Privacidade durante a quarentena

Cissa Bernardes / Déborah Ribeiro

Privacidade durante a quarentena

Como manter a intimidade dos moradores que devem passar os próximos dias em casa e, preferencialmente, com as janelas abertas

Com a pandemia do Covid-19 (Coronavírus) as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) são a de isolamento da população, ou seja, a quarentena. Há, porém, diversos setores de trabalho que necessitam seguir o seu curso e, para estes, o Ministério da Saúde enfatiza a necessidade de se trabalhar no modelo home-office.

Silvio Azevedo, educador financeiro e cliente da Letra Comunicação, comenta que essa iniciativa é excelente, principalmente na atualidade, devido as adversidades econômicas. “Nesses encontros, poderemos trocar experiências e entender como cada pessoa passa por um momento economicamente difícil. Será o momento ideal também para encontrar clientes em potencial, além de criar novos nichos para cada um”, explica

Para quem ainda não possuía esse costume de trabalho remoto, há muitas mudanças na rotina, inclusive passar mais tempo dentro de casa. Com isso, acaba ficando mais à vontade nos ambientes, tanto em relação a comportamento, quanto vestimentas. Surge aí um conflito com as recomendações sanitárias de que é imprescindível que se mantenham as janelas abertas.

Como conservar a privacidade dos moradores neste momento? De acordo com o arquiteto Henrique Hoffman, do escritório Painel Arquitetura, existem algumas opções que podem ajudar a preservar a intimidade de quem vai trabalhar de casa.

“As recomendações do Ministério da Saúde são de manter as janelas abertas para a entrada da entrada da luz solar e permitir o arejamento do ambiente. A partir do momento que várias pessoas começam a fazer isso, e por estarem dentro de casa, acabam ficando mais à vontade e isso pode acarretar em uma exposição de roupas e comportamentos mais íntimos, sendo observados pelos vizinhos. Uma solução é utilizar vasos de plantas, por exemplo, de altura mais elevada, impedindo a visibilidade de quem está do lado de fora. Outra maneira, é inserir brises na janela, que apesar de modernos e interessantes, atualmente fica um pouco mais complicado devido à necessidade de obras para instalação. A opção mais direta e eficaz é o uso de cortinas que criam uma barreira visual. Recomendo os modelos em voil e linho, por exemplo”, explica.

Segundo Henrique, o linho é uma excelente opção, pois sua trama é mais espaçada, permitindo a entrada de sol e ar por ser mais aerada, dando, assim, mais leveza ao ambiente. O profissional ressalta, também, que é importante o morador trabalhar em casa como se estivesse no escritório. “Se portar ou se vestir como se tivesse indo, normalmente, para o trabalho. Pois, além de garantir privacidade, ajuda a ter mais concentração e foco no que está fazendo, mesmo estando em um outro ambiente, tão íntimo, quanto sua própria casa”, indica.

E você pode estar se perguntando: mas como vou conseguir comprar uma cortina em tempo de quarentena? Bom, a tecnologia está ao nosso favor, como explica a proprietária da loja Ateliê Design, especialista em cortinas, Elizângela Barros.

“Nós demos férias coletivas a todos na empresa. Mas estamos fazendo os atendimentos via chamadas de vídeo, telefone e whatsapp. Em alguns casos, específicos de visita agendada, viremos à loja ou até mesmo na casa do cliente, mas sempre preocupadas com os critérios básicos, como a saúde da família do cliente. Assim, estamos nos preservando e, também, os nossos demais clientes”, relata.

De acordo com Elizângela, elas tiveram a experiência esta semana, com uma cliente com quem fizeram todo o atendimento virtualmente. “Conversamos por meio de chamada de vídeo, ela mesma fez o levantamento das medidas, uma vez que optou por não nos receber e, assim, enviamos toda a consultoria e esclarecemos sobre o pedido pelo whatsapp. Fechamos o contrato e ela pagou virtualmente. Deu muito certo e foi supertranquilo. Estamos confiantes que essa forma de trabalho vai dar certo pra gente”, encerra.

O mais bacana é que, neste momento de voltar os olhos para nossa casa, podemos promover mudanças na nossa rotina e no nosso ambiente que poderão ser levadas para a nossa vida normal.

 

Mais informações e agendamento de entrevistas:

MÃO DUPLA COMUNICAÇÃO

contato@maoduplacomunicacao.com

Ana Paula Horta

(31) 99852-7018

Fernanda Pinho

(31) 98431-7240

LETRA COMUNICAÇÃO

contato@letracomunicacao.com

Déborah Ribeiro

(31) 98429-7565 / 3564-7990